REVIEW | O que achamos de The Umbrella Academy 2

Por em 8 de agosto de 2020.
ALERTA: Essa matéria contém muitos spoilers então, se você ainda não assistiu, sugerimos que volte nesse post depois.

Dia 31 de Julho, a Netflix liberou a segunda temporada de The Umbrella Academy na plataforma. Seguindo padrão da primeira, com 10 episódios de 45 minutos cada, os novos capítulos vieram para esclarecer alguns pontos deixados em aberto.

Mas também para nos apresentar novas perguntas para uma possível terceira.

Netflix Wow GIF by The Umbrella Academy - Find & Share on GIPHY
Reprodução: Netflix

A segunda temporada começa exatamente de onde parou a primeira: após Vanya perder o controle de seus poderes, se assumindo como a Violinista Branca e causando o apocalipse na terra, Five e seus irmãos têm a ideia de voltar no tempo e tentar reverter o fim do mundo, e aí, meus queridos, o negócio começa a dar errado. A série nos mostra que cada irmão Hargreeves foi parar em um ano diferente, em Dallas, e que justamente o Five – nosso saltitante no tempo – foi parar em 1963, no exato dia que outro apocalipse acontece e todos morrem por armas nucleares russas.

Não precisamos ser nenhum expert em história para saber que isso nunca aconteceu, não é mesmo? Então fica óbvio: os irmãos trouxeram o fim do mundo de 2019 para 1963.

Salvar o mundo de novo? Sim, por favor!

Então Five reencontra um velho amigo que sobreviveu ao apocalipse de 2019 assim como eles, Hazel, e no dia do apocalipse de 63, juntos, eles saltam para 10 dias antes e a missão é simples: juntar a família e salvar o mundo, de novo. Ou seja, eles precisam entender os acontecimentos e reverter toda a situação para que todos continuem existindo no futuro.

Netflix Hargreeves GIF by The Umbrella Academy - Find & Share on GIPHY
Tradução: Salvar o mundo. Reprodução: Netflix

Nesse momento, Vanya, Allison, Klaus, Luther, Diego, Five e até o Ben (que viajou com o Klaus) estão em 1963 vivendo as vidas que construíram para si nessa nova realidade, ao pensarem que perderam para sempre os seus irmãos.

Maior e melhor, a Netflix nos entregou uma temporada sem defeitos!

Se engana ao pensar que só porque estamos novamente falando de um apocalipse, que teríamos uma temporada mais do mesmo ou igual a primeira. Sim, os irmãos precisam se reunir para salvar o mundo mais uma vez porém, The Umbrella Academy nos trouxe histórias individuais muito bem construídas e essenciais para o desenrolar da trama. Como é o caso dos grandes protagonistas da temporada: Diego, Allison, Vanya e Ben.

Sem dúvidas, Allison teve o arco mais importante da temporada juntamente com a Vanya. Lembrando que nossos irmãos foram parar nos anos 60. Inegavelmente uma época em que havia um preconceito escancarado e sem escrúpulos tanto racial quanto homoafetivo, uma vez que as leis impostas para proteger essas minorias entraram em vigor anos mais tarde.

Emmy Raver-Lampman explica como Allison Hargreeves aprendeu a se amar no  sul segregado - as melhores dicas em entretenimento, moda, beleza, fitness  e comida e a capacidade de comprar tudo em um
Allison Hargreeves em seu protesto contra a segregação racial nos anos 60 | Reprodução Netflix.

De um lado, Allison se envolveu ativamente na luta contra a segregação racial nos Estados Unidos ao lado de seu marido Ray Chestnut, planejando uma manifestação para chamar atenção da mídia norte americana na ida do presidente Kennedy a Dallas. Enquanto Vanya, que estava sem memória, sofreu preconceito do marido de sua amada Sissy, que chegou a comparar sua sexualidade com uma doença.

Tradução: É aterrorizante. Reprodução: Netflix

Além disso, Vanya teve todo seu arco centrado na família, que após anos afastados, a acolheram e deram suporte principalmente em sua relação com Harlan.

Após o filho de Sissy se afogar, nossa Número 7 o salva com respiração boca a boca, acabando por transferir alguns de seus poderes para o corpo dele. Poderes representados por orbes, os mesmos vistos no último episódio da primeira temporada, quando Reginald perde sua esposa. Nos fazendo pensar se esses orbes são a fonte do poder dos nossos irmãos.

A jornada de herói – cheia de emoção – de Diego Hargreeves.

Desde a primeira temporada de The Umbrella Academy, nosso Número 2 está determinado em salvar o presidente Kennedy e sabemos que suas motivações são pessoais: a aceitação do pai e se provar como um herói.

Nessa segunda temporada, Diego segue com o seu objetivo e acaba se envolvendo com personagens importantes para o rumo dos irmãos Hargreeves. Tornou-se amigo do novo presidente da Comissão após a morte da gestora, foi o primeiro a descobrir que Vanya novamente seria o motivo do apocalipse e se envolveu romanticamente com uma das personagens mais emblemáticas da temporada, Lila, que descobrimos no último episódio ser uma das 43 crianças com poderes que nasceram em 1 de Outubro de 1989.

untilwesparagain Tumblr blog with posts - Tumbral.com
Tradução: Eu sei como é amar pessoas perigosas | Reprodução: Netflix

E, enquanto passava por tudo isso, vivia uma confusão interna e pessoal. Diego tinha a necessidade de se provar à todo momento como o melhor para um pai que nem lembrava-se dele. E é claro que isso nos rendeu cenas protagonizadas por ele cheias de emoção.

Diego Gifs Tumblr posts - Tumbral.com
Reprodução: Netflix

Tramas centrais da série que foram de extrema importância para a segunda temporada e serão essenciais caso venhamos a ter a terceira. Além, claro, de termos visto com clareza a evolução do personagem tanto no trabalho individual como no trabalho em equipe, como uma família.

Ben rouba a cena e o protagonismo

A princípio, na primeira temporada, Ben não teve tanto destaque pois o foco era Klaus tentando lidar com os vícios. Por outro lado, na sequência foi o contrário. Ben Hargreeves roubou a cena durante toda a segunda temporada. Sempre tentando colocar juízo na cabeça do irmão, nosso fantasma favorito se apaixonou por uma integrante da seita de Klaus e esteve presente ativamente nas cenas onde nossa Umbrella Academy esteve reunida. Como foi o caso de quando todos se reúnem no jantar que Reginald convocou. Uma cena muito emotiva em que Ben diz sentir falta de todos os irmãos, mesmo sem nenhum deles o escutando – exceto Klaus.

E nesta mesma cena, temos a grande virada na narrativa de Ben, quando ele deixa de simplesmente ser a sombra de Klaus e passa a ser protagonista da própria historia. Quando Diego é maltratado pelo pai no restaurante, Ben não aguenta a injustiça e parte pra cima da mesa, descobrindo assim que pode possuir o corpo de Klaus, e como resultado traz grandes momentos para o personagem e muita emoção para o público.

Jantar dos Hargreeves / Reprodução: Netflix

Salvando o mundo

Assim que, quando Vanya está em crise no prédio do FBI, sem memória e prestes a explodir o prédio – e causar o apocalipse -, nenhum dos outros irmãos consegue salvá-la ao passo que os poderes da mesma são extremamente fortes. Eventualmente é nesse momento que Ben percebe que é o único que pode ultrapassar as ondas sonoras criadas por Vanya, conseguindo assim entrar no corpo da irmã, alcançando o seu subconsciente. Ao conversar com ela, ele explica que todos ‘lá fora’ estão tentando salvá-la e que juntos, eles podem impedir o fim do mundo. Em uma cena extremamente forte que nos leva às lágrimas, Ben se dá conta que cumpriu seu papel como irmão e revela à Vanya que apenas ficou com a família todos esses anos por medo de ir encontro à luz, e que agora ele estava pronto. Então o Ben, como conhecemos, se despede do nosso mundo.

Tradução: Não, eu não. / Reprodução: Netflix

Após salvar a Vanya e o mundo, os irmãos se encontram em um dilema. Afinal, como vão conseguir retornar para 2019? Porém ainda existe um problema, Harlan continua com os poderes de Vanya e em uma cena super fofa no carro, eles aceitam ajudá-la a salvar o menino. Segue então a sequência final de cenas surpreendentes com os irmãos lutando unidos contra Lila, a gestora e a comissão. É incrível finalmente vê-los como uma família unida protegendo uns aos outros.

Mas nossa Umbrella Academy conseguiu voltar para 2019?

A resposta é SIM! Assim que todos os problemas causados nos anos 60 foram resolvidos, nossos 7 irmãos conseguem retornar utilizando uma das maletas atemporais da comissão. Só que os problemas não acabaram por ai. A série nos deixa um cliffhanger com um enorme gostinho de quero mais.

Afinal, é muito difícil viajar para o passado e não afetar o futuro de alguma forma. Voltando para 2019, percebemos que Reginald, após ter contato com a Umbrella Academy no passado, não os adotou no futuro. Pelo contrário, ele criou uma academia totalmente diferente, a Sparrow Academy. Mas não é só isso, um dos integrantes da nova academia é um Ben vivíssimo. Sabemos que não é o mesmo Ben, porém esperamos que o motivo por trás desse retorno é trazer o personagem de volta para nossos irmãos favoritos.

Mas quem são os outros membros da nova Sparrow Academy? Quais seus poderes? Estaria Harlan de alguma forma por trás da nova academia? Infelizmente teremos que aguardar uma possível terceira temporada para descobrir.

Os irmãos unidos para retornar para casa em 2019 / Reprodução: Netflix

Melhor que a primeira temporada!

Por fim, podemos sim dizer que essa segunda temporada de The Umbrella Academy foi uma obra de arte. Desde a atuação impecável de cada ator, a ambientalização dos anos 60, roteiro amarrado e muita referência das HQs escritas por Gerard Way. Todos esses elementos somados à uma incrível trilha sonora só nos confirmam o quão grande essa série é. E estamos ansiosos pela confirmação da terceira.

Agiliza aí, Netflix!

Jack, Troian, Robert, Zachary e mais! Lista de confirmados do DC Fandome

Liberado novo teaser de “Os novos mutantes”

Comentários

Desenvolvido por