Resenha: A rebelde do deserto

Por em 30 de novembro de 2020.

Olá, queridos leitores da 4U!

A recomendação de hoje é de um livro cheio de reviravoltas, ação e mitologia: A rebelde do deserto, da Alwyn Hamilton!

Para começar, eu comecei a ler esse livro na ressaca literária, então eu fui sem qualquer ânimo. Ainda bem, porque isso só tornou a leitura mais incrível.

Amani, uma menina de 16 anos que vive na Vila da Poeira e aprendeu a atirar antes de aprender a falar, quer fugir do local inóspito onde vive. Sua mãe foi enforcada e ela está prestes a ser forçada a casar com seu tio, fugir não é mais uma opção.

No meio de seus planos solitários para ir à Izman, a capital do país, ela encontra um forasteiro misterioso de sotaque curioso. Eles dois não acreditam em destino, mas nada daquilo parecia ser coincidência.

Juntos, embarcam pelo deserto, encarando demônios, criaturas míticas mais antigas que a própria morte, além de se enfiarem no meio de uma rebelião entre o sultão e seu filho, o traidor.

A narrativa é relativamente simples. Se você não gosta de altas descrições, como eu, então você vai amar A Rebelde do Deserto. Com elementos da cultura do Oriente Médio misturados à fantasia, a autora conecta o deserto – o mar de areia que engole e destrói seus habitantes – à realidade humana: frágil e mortal, mas corajosa e resistente ao medo, pois é o medo que nos mantêm vivos.

Você já leu? Conta pra gente!

Comentários

Desenvolvido por